Quem sou eu

Minha foto
Cariacica, Espírito Santo, Brazil
Um rapaz que acredita que nunca se é velho demais para ser um Treinador Pokémon.

Postagens populares

Tecnologia do Blogger.

Follow by Email

Pesquisar aqui

XY026/ Episódio 830 – Flabébé e a Flor de Fada!


Não é pequeno o número de pessoas que chegam pra mim e dizem que Bonnie é a melhor personagem de Pokémon XY, ou que simplesmente se encantam com praticamente tudo o que a pequenina faz. Seu jeitinho de criança, seus olhões azuis, suas bochechas coradinhas e a vozinha fofa de sua dubladora (Mariya Ise) são extremamente cativantes e não é raro ela roubar a cena em vários episódios - Ninja Bonnie ♥. Justiça seja feita, é bem mais fácil pra ela, afinal de contas existem mais e maiores expectativas sobre Serena e Clemont do que sobre a pirralhinha – não se espera dela habilidades em batalha e capturas de Pokémon, por exemplo, tampouco uma utilidade propriamente dita para a jornada. Bonnie não tem que cumprir nenhuma expectativa… a não ser a de que continue sendo fofa para sempre. Além do mais, não importa se você tem um Fennekin, um Chespin ou um Froakie. NADA compete com um pijaminha de Tyrantrum. Simplesmente. “Flabébé e a Flor de Fada!” é um episódio que ressalta todas essas características de Bonnie e faz um excelente trabalho desenvolvendo a personagem de forma delicada e sensível.


Enquanto o novo charithought de Pokémon XY não sai, uma postagem que estou devendo há anos. Para os fãs de Cilan (eles existem!), um Guia de Batalhas focado no Sommelier (ou Especialista, se preferir) Pokémon! Aproveitei também e atualizei o Guia de Batalhas de Misty com gifs e consertando para ficar conforme o layout atual do blog. Você pode conferi-lo aqui. Por alguma razão misteriosa e nefasta, não fui capaz de achar gif NENHUM do Azurill de Misty! =O Se vocês acharem algum, por favor me avisem.
Vale lembrar que os Guias completos de Íris e dos Pokémon de Ash da região de Unova já foram anteriormente publicados e você pode conferi-los clicando aqui e aqui, respectivamente.
E então, alguma sugestão de quem deveria ter um Guia de Batalhas publicado agora?


Guia de Batalhas
Os Pokémon de Cilan

XY025/ #829 – Swirlix e Slurpuff!! Uma Luta Doce É Tudo Menos Doce!?

Eu sinceramente queria entender por que raios, desde Best Wishes!, Hideki Sonoda deixa seus roteiros dos filmes Pokémon de lado e vem vez ou outra dar pitaco nos novos episódios. Não me leve a mal, eu gosto de muitos episódios escritos por ele ("A Torre do Terror", "Amigo ou Inimigo!"...), mas sendo bem sincero: sua falta não foi sentida de modo algum em Diamond & Pearl e sua colaboração na série anterior só contribuiu para aumentar o já alto número de episódios ruins que ela já possuía (ele é o principal responsável por ter tornado Sandile um personagem tão whatthefuck em “Um Sandile Louco Pra Mudar!”, por exemplo). Isso sem contar o fato, como lembrado no último charithought, de que os finais de série estão muito melhores sem ele escrevendo-os – eu realmente estou pouco me lixando pros filmes, mas não venha tocar no meu episódio da semana, Sonoda u.u. Sim, leitor, como você já deve ter percebido, esta review não tem um tom feliz porque eu achei os 22 minutos de “Swirlix e Slurpuff! Uma Luta Doce É Tudo Menos Doce!?” um completo desperdício do meu tempo e o primeiro episódio de XY que eu realmente não gostei.

NOS SIR CHARITHOUGHTS ANTERIORES...
Eu lancei um desafio. O leitor Cláudio venceu e pôde escolher qualquer episódio de Pokémon para ganhar um Sir Charithought especial. O escolhido foi "A Gente Se Vê Depois!". Demorou, mas aí está: meu primeiro texto avaliando um episódio da série clássica é justamente o final. Ironias à parte, espero que gostem =D

275 – A Gente Se Vê Depois!


Desde que Butterfree voou em direção ao horizonte batendo suas asinhas em nome do amor, os roteiristas de Pokémon fizeram questão de ensinar aos seus jovens telespectadores a desapegar e dizer adeus, especialmente na série original. E os bastardos eram bons nisso! Eles conseguiam pegar Pokémon com os quais não nos importávamos muito, como Primeape, e em menos de 20 minutos nos fazer nos apegarmos ao bichinho para, em seguida, deixá-lo numa rodovia da vida e nos fazer lamentarmos a vida toda que ele nunca foi buscado como prometido. Ou até mesmo nos apresentar um Pokémon, nos excitar com a possibilidade de sua captura para, logo depois, tirá-lo de nós (Swablu T-T) e deixar os olhos cheios de lágrimas. Ao longo da jornada de Ash por Kanto, Ilhas Laranja e Johto acompanhamos o Treinador se despedir de muitos Pokémon, alguns deles nossos favoritos (Charizard :'( ), mas enquanto as despedidas dos Pokémon são episódios feitos com excelência para arrancar lágrimas de marmanjos, as despedidas de personagens humanos sempre careceram de algo mais especial.
Aproveitando que ainda não saiu o último XY legendado, aproveitei para dar continuidade às postagens sobre a longa trajetória de Pokémon no Brasil, com a 2ª parte da matéria sobre o filme 2000. Se você perdeu a parte 1, basta clicar aqui.
Ainda esta semana também teremos o charithought especial do episódio "A Gente se Vê Depois!", então até a próxima o//

A Longa Trajetória deno Brasil

Pokémon – O Filme 2000 


(Parte 2)

INTRODUÇÃO
A Warner Home Vídeo do Brasil recebeu Pokémon – O Filme 2000 praticamente junto da Warner norte-americana e mal o primeiro filme havia sido lançado em DVD, já era anunciado o lançamento do segundo da franquia, que ainda era um estouro no Brasil. Em revistas, DVDs, VHSs, Internet e na televisão, todos os lugares falavam da chegada de Pokémon – O Filme 2000 e enquanto o primeiro filme prometia a maior batalha de todos os tempos, o segundo apelava para o fato de “uma pessoa pode fazer toda a diferença”! Um pequeno teaser desse filme havia sido incluído no DVD e no VHS de Pokémon – O Filme, ajudando também na divulgação. A Warner ainda fazia questão de tratar o lançamento como mundial, tentando fingir que o filme não chegava um ano depois do lançamento no Japão. No dia 21 de julho de 2000, Pokémon – O Filme 2000 estreou nos cinemas brasileiros, menos de cinco meses depois da estreia do antecessor e chamou tanta atenção quanto Pokémon – O Filme.

Eis mais um charithought pra vocês!

#XY024/#828A Luta no Ginásio de Cyllage! Pikachu VS Tyrunt!!


Cidade de Cyllage, Ash chegou! E cheio da mesma energia e animação de quando botou os pés na região de Kalos pela primeira vez, atraindo um bocado de olhares para si com seus gritos estridentes, e sem um pingo de noção de para qual direção seguir. Isso não quer dizer, porém, que nosso herói esteja despreparado para o seu desafio. “A Luta no Ginásio de Cyllage! Pikachu VS Tyrunt!!” é, antes de um episódio de batalha de Ginásio, um episódio sobre o Ash. Ao longo dos anos, vimos o personagem oscilar entre diferentes traços de personalidade, mas é quando os roteiristas conseguem balancear sua ingenuidade e simplicidade com sua determinação e garra, que vemos um personagem realmente no caminho certo para se tornar um Mestre Pokémon. Durante todo o capítulo, vemos um Treinador que não se abala diante do adversário, nem se deixa levar pela surpresa. Ash não hesita em fazer a escalada nem por um segundo. E ele encara seu segundo desafio na região de Kalos com a dignidade necessária de alguém que merece a torcida do seu público. Se em Best Wishes!, era difícil ver algo interessante no Palletiano, em XY o exato oposto acontece.